Sexta-feira, 30 de Julho de 2004
APENAS SONHO ...
@05.jpg




.



Na hora magoadíssima do poente


- quase apagada já a luz do dia -


rezava a tua voz tão docemente


que nem o mar, o grande mar ouvia.


Na minha mão, a tua mão ardente;


no meu, o teu olhar que se morria


e o mar a nossos pés em tom crescente


cantando, nem sei que titania.


Depois...sei lá que sucedeu depois!


A mesma chama nos prendeu os dois


e a ambos fustigou, como um açoite.


Nem sei se foi sutil, se foi agreste...


Apenas sei que o beijo que me deste,


foi a primeira estrela dessa noite.



.


(Maria Helena)




publicado por Lumife às 01:29
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
|

.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Março 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


.Fazer olhinhos
blogs SAPO
.subscrever feeds