Sexta-feira, 25 de Fevereiro de 2005
Entre os lençóis
3_122928.jpg



*




Enquanto sonho

Acordas em meu sono

Trazido sorrateiramente pela saudade

Passos inquietos que me possuem

Imagens que correm em minhas ruas

Nuas lembranças que me velam

Tocas meu rosto, mãos de cetim

Contornas minhas esperas, aflitas

Embebeda-te nos tonéis do meu prazer

Servindo-me na taça dos teus desejos

Estremeço, pétala noturna orvalhada

Reconheço as digitais do teu perfume

Que ainda transpira em meus poros

No travesseiro do meu colo

Deitas teus delírios, lamentos febris

Esparramando beijos estrelados

Na escuridão da minha pele erma

Aveludas meus lábios com tua boca

Serpente, desenha-me tremores

Tua respiração sussurra-me palavras

Fragmentos de versos calados, guardados

Sorriem carícias entre teu corpo e o meu

Abraços que acendem fogueiras, clareiras

Dispensamos atalhos, viajamos sem pressa

Em minhas pernas, deixas as tuas...

A noite cúmplice reveste-se em manto eterno

A lua algemada ao nosso amor, suspira

Anjo de encantos azuis e insones

Espreita-nos fascinada, entrando pela janela...



*



( Nandinha Guimarães)



publicado por Lumife às 17:04
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Março 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


.Fazer olhinhos
blogs SAPO
.subscrever feeds