Quarta-feira, 4 de Maio de 2005
Desejos ...



Quero-te, sinto tua presença invisível,

teu cheiro que exala no ar,

procuro mas tu não estás,

aguardo o momento,

teu corpo está ausente,

mas minha mente em ti, sempre presente,

necessitando-te, desejando-te.


*


No momento do encontro,

queimo, sinto-me flutuando

o coração disparando,

minha imaginação, navega no absurdo

da incompreensão, foge-me a razão,

sou uma nau sem rumo,

navegando num mar revolto de desejos.



desejo.jpg





Fico imóvel, o desejo invade-me,

possuí-me, tens-me como refém,

minha razão é inexistente,

somente o desejo existe e persiste.


*


E em cada partida tua,

fico a olhar inerte,

o absurdo do infinito e

novamente a emoção invade

o meu coração, não raciocino,

te quero, te necessito,

te desejo.....te desejo



*


Roberto Dantas






publicado por Lumife às 18:05
link do post | comentar | favorito
|

2 comentários:
De Anónimo a 6 de Maio de 2005 às 00:07
concordo...rs...mto aroma aqui...beijossss...Lisa
(http://cantinhoazulceleste.weblogger.com.br)
(mailto:azulceleste_2004@yahoo.com.br)


De Anónimo a 5 de Maio de 2005 às 23:40
Que Aroma !!!! Lindoooo ... adorei ... beijinhosdoceli
(http://adocuradapoesia.blogs.sapo.pt)
(mailto:doceli@sapo.pt)


Comentar post

.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Março 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


.Fazer olhinhos