Segunda-feira, 17 de Janeiro de 2005
"Poema para a Mulher que passou" ...
btuj.jpg



.



Quando ela passou por mim, indiferente


e distraída,


surpreendi-me a pensar, sem querer, de repente


em minha vida ...



.


Fiquei a imaginar que se lhe acompanhasse


os passos,


num lindo dia como o de hoje,


cheio de sugestões para os nossos desejos,


- talvez ela acabasse por me olhar, sorrindo,


e mais tarde talvez me desse as suas mãos,


e algum dia ficasse abrigada em meus braços


e quisesse os meus beijos...



.


Se eu a seguisse, ela que nunca me viu,


e passou distraída


como se eu nem a visse,


se eu a seguisse


pela rua


em meio a tanta gente,


- talvez se transformasse toda a minha vida,


e ao encontro da sua,


minha estrada tomasse um rumo diferente...



.


No entanto ela se foi... E enquanto eu me deixava


a pensar,


quem sabe se não levou a metade dessa alma


que seria talvez a única metade


capaz de me completar?



.


Naquele segundo, - pressentimento estranho,


intuição fugaz,


- quis correr, ir buscá-la...


Corri! ... Fui procurá-la


e era tarde demais...



.


Acaso já pensaste, na grandeza trágica desse segundo


irremediavelmente perdido?


Quem há de nos dizer se ele encerrava um mundo,


esse mundo por nós sonhado há tanto tempo


e há tanto tempo esperado


e querido?



.


Quem há de nos dizer algum dia, se ele era


a única oportunidade,


que o Destino avarento e impiedoso nos dera


para a felicidade?



.


Ninguém! ... E ele passou!... Pensa um momento na


grandeza


desse segundo atroz,


e terás a intuição dolorosa, a certeza


de que é precisamente num segundo desses


que a felicidade


passa por nós!



.


Queres correr, é em vão !


Hoje estou certo


que nessa angústia eterna ficarás talvez,


- porque a felicidade que passou tão perto


da tua mão


só passa uma vez !



.


(Poema de JG de Araujo Jorge extraído
do livro " AMO ! " 1a edição 1938 )



publicado por Lumife às 22:43
link do post | comentar | favorito
|

1 comentário:
De Anónimo a 18 de Janeiro de 2005 às 20:07
Mto triste este poema...desejo lindos sonhos...beijinhos com saborzinho de chocolatinho e moranguinho...rsrs...Lisa
(http://cantinhoazulceleste1.weblogger.com.br)
(mailto:azulceleste_2004@yahoo.com.br)


Comentar post

.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Março 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


.Fazer olhinhos