Quinta-feira, 13 de Janeiro de 2005
A Margem da Alegria (Excerto)
rb.jpg



.


(...)Amor que faz falar mesmo o silêncio


que abra na manhã um espaço para o sol


hégira talvez esse loureiro talvez laura


vinte e um anos de amor vinte e um anos de silêncio


amor apenas amor nada quase nada


concebido e nascido numa terra de exilio


amor nocturno de árvores e fontes


palavra aprendizagem do silêncio


sei o teu nome sei tudo de ti


Não vi vir o verão mas ele veio


veio num tronco de mulher que não vi vir mas veio(...)



.


(Ruy Belo)




publicado por Lumife às 21:50
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Março 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


.Fazer olhinhos