Sábado, 8 de Janeiro de 2005
Regresso ao lar
lar2.jpg



.


Ai, há quantos anos que eu parti chorando


Deste meu saudoso, carinhoso lar!...


Foi há vinte?... Há trinta? Nem eu sei já quando!...


Minha velha ama, que me estás fitando,


Canta-me cantigas para me lembrar!


.


Dei a Volta ao mundo, dei a volta à Vida...


Só achei enganos, decepções, pesar...


Oh! A ingénua alma tão desiludida!...


Minha velha ama, com a voz dorida,


Canta-me cantigas de me adormentar!...


.


Trago d'amargura o coração desfeito...


Vê que fundas mágoas no embaciado olhar!


Nunca eu saira do meu ninho estreito!...


Minha velha ama que me deste o peito,


Canta-me cantigas para me embalar!


.


Pôs-me Deus outrora no frouxel do ninho


Pedrarias d'astros, gemas de luar...


Tudo me roubaram, vê, pelo caminho!...


Minha velha ama, sou um pobrezinho...


Canta-me cantigas de fazer chorar!


.


Como antigamente, no regaço amado,


(Venho morto, morto!...) deixa-me deitar!


Ai, o teu menino como está mudado!


Minha velha ama, como está mudado!


Canta-lhe cantigas de dormir, sonhar!...


.


Canta-me cantigas, manso, muito manso...


Tristes, muito tristes, como à noite o mar...


Canta-me cantigas para ver se alcanço


Que a minh'alma tenha paz, descanso,


Quando a Morte, em breve, me vier buscar!...



.


(Guerra Junqueiro)



publicado por Lumife às 14:12
link do post | comentar | favorito
|

1 comentário:
De Anónimo a 11 de Setembro de 2005 às 01:48
holaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaayeyson
(http://holaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa)
(mailto:yeyson_126@hotmail.com)


Comentar post

.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Março 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


.Fazer olhinhos