Domingo, 21 de Novembro de 2004
Retrato Ardente
f133120.jpgFoto por Pedro Gomes



.


Entre os teus lábios


é que a loucura acode,


desce à garganta,


invade a água.


.


No teu peito


é que o pólen do fogo


se junta à nascente,


alastra na sombra.


.


Nos teus flancos


é que a fonte começa


a ser rio de abelhas,


rumor de tigre.


.


Da cintura aos joelhos


é que a areia queima,


o sol é secreto,


cego o silêncio.


.


Deita-te comigo.


Ilumina meus vidros.


Entre lábios e lábios


toda a música é minha



.


(Eugénio de Andrade)





publicado por Lumife às 17:58
link do post | comentar | favorito
|

4 comentários:
De Anónimo a 22 de Novembro de 2004 às 11:03
Paira por este blog uma certa cumplicidade com o Eugénio... e ainda bem!Carlos Tavares
(http://o-microbio.blogspot.com)
(mailto:carlos.roquegest@mail.telepac.pt)


De Anónimo a 22 de Novembro de 2004 às 00:42
Como vais desaparecido..espero k esteja tudo bem ctg.beijos e boa semana.
ana
(http://www.versusediversus.blogs.sapo.pt)
(mailto:One_anne@hotmail.com)


De Anónimo a 22 de Novembro de 2004 às 00:07
A photo está um espanto,não conhecia o blog.
Gostei,
Quando quiseres em :http://coisasdodia.blogs.sapo.ptPedro
(http://coisasdodia.blogs.sapo.pt)
(mailto:Pedromiguel.74@sapo.pt)


De Anónimo a 21 de Novembro de 2004 às 23:45
A imagem é fantástica! Eu adoro poemas e sempre que posso dou uma vista de olhos aos poemas que por aqui se expôem. Este foi mais um que não conhecia e que gostei muito . Muito obrigado!monica
(http://mco.blogs.sapo.pt)
(mailto:monicacarvalho1@sapo.pt)


Comentar post

.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Março 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


.Fazer olhinhos