Segunda-feira, 20 de Setembro de 2004
O AMOR QUE SINTO
labirin.jpg



.



O amor que sinto


é um labirinto.


.


Nele me perdi


com o coração


cheio de ter fome


do mundo e de ti


(sabes o teu nome),


sombra necessária


de um Sol que não vejo,


onde cabe o pária,


a Revolução


e a Reforma Agrária


sonho do Alentejo.


Só assim me pinto


neste Amor que sinto.


.


Amor que me fere,


chame-se mulher,


onda de veludo,


pátria mal-amada,


chame-se "amar nada"


chame-se "amar tudo".


.


E porque não minto


sou um labirinto.



.



( José Gomes Ferreira)



publicado por Lumife às 22:44
link do post | comentar | favorito
|

12 comentários:
De Anónimo a 22 de Setembro de 2004 às 15:29
Lisa para ti a alegria de te ver, de te sentir tão perto. Bjs mil lumife
(http://soimagens.blogs.sapo.pt)
(mailto:lumife@sapo.pt)


De Anónimo a 22 de Setembro de 2004 às 15:28
Inconfidente a insistência poderá compensar-nos. Volta sempre. lumife
(http://soimagens.blogs.sapo.pt)
(mailto:lumife@sapo.pt)


De Anónimo a 22 de Setembro de 2004 às 15:26
Susana volta sempre. É um prazer ver-te por aqui. Bjs e até breve lumife
(http://soimagens.blogs.sapo.pt)
(mailto:lumife@sapo.pt)


De Anónimo a 22 de Setembro de 2004 às 15:24
Carlos o tempo é uma grande lição...lumife
(http://soimagens.blogs.sapo.pt)
(mailto:lumife@sapo.pt)


De Anónimo a 22 de Setembro de 2004 às 15:24
Cris de facto tudo é um labirinto. Uns encontram a saída e outros continuam a procurá-la. Bjslumife
(http://soimagens.blogs.sapo.pt)
(mailto:lumife@sapo.pt)


De Anónimo a 21 de Setembro de 2004 às 14:25
AMOR... FEITO POESIA...
Autor: Euclides Cavaco...
AMOR...
É um conceito divino,
É dimensão sem medida,
É viagem sem destino,
É melodia da vida.
AMOR...
É um caminho sem fim,
É não ter que perdoar,
É não querer e dizer sim,
É dar tudo o que há p'ra dar !…
AMOR...
É voz da razão que cala,
É ter dor e não sentir,
É o silêncio que fala,
É ver o mundo sorrir.



AMOR...
É sopro de nostalgia,
É canção leve e suave,
É das trevas fazer dia,
É saber de quem não sabe.
AMOR...
É bem mais que sentimento,
É sussurro de magia,
É da alma o alimento,
AMOR...
É hoje aqui…feito poesia!….....um maravilhoso dia...e um ótimo trabalho com mil realizações....beijossss no teu coração....tchauzinho....


Lisa
(http://cantinhoazulceleste1.weblogger.terra.com.br)
(mailto:)


De Anónimo a 21 de Setembro de 2004 às 14:20
É linda este poema....SABOR DE CARINHO...Autor:...
Walter Pereira Pimentel.....
Encontrar o amor,
Será que alguém quer?
Claro! Eu, você, todos enfim,
Seja homem, seja mulher!
Mas o amor não nasce sozinho
Precisa sempre de uma “mãozinha”
Coração fértil...Sorriso aberto... mente pura...
Pobre daquele que na vida
Não teve a ventura
De encontrá-lo em seu caminho
Com certeza a desilusão, amargou
Tal qual uma planta que não floresceu
Não deu frutos, estorricou
Vegetou e morreu,
Assim também acontece
Com quem o amor não viveu.
Como não nasce sozinho
Plantemos pois, do amor, a semente
E teremos uma árvore bela e frondosa,
De onde colheremos frutas deliciosas
Com cheiro e sabor de carinho! ....



Lisa
</a>
(mailto:)


De Anónimo a 21 de Setembro de 2004 às 14:16
Bom diaaaaa...um maravilhoso dia para ti...realmente o amor é um labirinto...com encontros e desencontros..........um enorme beijo com sabor de doçura e carinho para ti....gosto muito de vc.......fica com Deus...Lisa
(http://cantinhoazulceleste1.weblogger.terra.com.br)
(mailto:)


De Anónimo a 21 de Setembro de 2004 às 13:40
E o que é o amor ....senão um labirinto? Onde às vezes nos perdemos e não nos conseguimos reencontrar?inconfidente
(http://inconfidencias.blogs.sapo.pt)
(mailto:inconfidencias@sapo.pt)


De Anónimo a 21 de Setembro de 2004 às 11:50
Olá Lumife :) Outro texto cheio de sensualidade e de beleza! Volto em breve! Beijinhossusana
(http://energias.blogs.sapo.pt/)
(mailto:energias@supernet.co.pt)


Comentar post