Domingo, 11 de Julho de 2004
POEMA 20 - PABLO NERUDA
80.bmp




Posso escrever os versos mais tristes esta noite.


Escrever, por exemplo: “A noite está estrelada,


e tiritam, azuis, os astros, ao longe”.


.


O vento da noite gira no céu e canta.


Posso escrever os versos mais tristes esta noite.


.


Eu a quis, e às vezes ela também me quis...


Em noites como esta eu a tive entre os meus braços.


A beijei tantas vezes debaixo o céu infinito.


Ela me quis, às vezes eu também a queria.


Como não ter amado os seus grandes olhos fixos.


.


Posso escrever os versos mais tristes esta noite.


.


Pensar que não a tenho. Sentir que a perdi.


Ouvir a noite imensa, mais imensa sem ela.


E o verso cai na alma como na relva o orvalho.


Que importa que meu amor não pudesse guardá-la.


A noite está estrelada e ela não está comigo.


Isso é tudo. Ao longe alguém canta. Ao longe.


.


Minha alma não se contenta com tê-la perdido.


.


Como para aproximá-la meu olhar a procura.


Meu coração a procura, e ela não está comigo


A mesma noite que faz branquear as mesmas árvores.


Nós, os de então, já não somos os mesmos.


Já não a quero, é verdade, mas quanto a quis.


Minha voz procurava o vento para tocar o seu ouvido.


.


De outro. Será de outro. Como antes dos meus beijos.


Sua voz, seu corpo claro. Seus olhos infinitos.


.


Já não a quero, é verdade, mas talvez a quero.


.


É tão curto o amor, e é tão longo o esquecimento.


Porque em noites como esta eu a tive entre os meus braços,


minha alma não se contenta com tê-la perdido.


.


Ainda que esta seja a última dor que ela me causa,


e estes, os últimos versos que lhe escrevo.





publicado por Lumife às 13:21
link do post | comentar | favorito
|

4 comentários:
De Anónimo a 12 de Julho de 2004 às 18:44
Belissima homenagem a um dos maiores poetas de sempre.
Toda a literatura Sul Americana me fascina.
Neruda excede-se em beleza.
Devo dar-te os parabéns pelo excelente Post.
O facto de teres "LetrasAoAcaso" e "Conversasdexaxa" quer apenas dizer, que o "Letras" é o meu blog e o "conversas" é onde dou a minha modesta colaboração.

AbraçosLetrasAoAcaso
(http://conversasdexaxa.blogs.sapo.pt)
(mailto:manintherisingsun@hotmail.com)


De Anónimo a 12 de Julho de 2004 às 18:35
olá....sabes k o k eu gosto mais são as img...amei as rosas azuis são as minhas favoritas...bjs my
</a>
(mailto:)


De Anónimo a 12 de Julho de 2004 às 13:09
Quanto mais não fosse, hoje comemora-se o centésimo aniversário do nascimento deste poeta chileno que tão profundamente escreveu sobre o amor. Brilhante. mulhergorduxa
(http://diariodemulher.blogs.sapo.pt)
(mailto:mulhergorduxa@sapo.pt)


De Anónimo a 12 de Julho de 2004 às 11:16
Fico-me com esta... e já não é pouco: "É tão curto o amor e tão longo o esquecimento"...Carlos Tavares
(http://omicrobio.blogs.sapo.pt)
(mailto:carlos.roquegest@mail.telepac.pt)


Comentar post