Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

ETERNO ENAMORADO

ETERNO ENAMORADO

23
Jul05

Saudade

Lumife
poema_para_uma_saudade.jpg



Saudade, de novo e agora.

Saudade, afinal, quem és tu?

O que desejas de mim?

Saudade, eu te conheço.

Já te peguei em flagrante,

quando ela bem distante,

deixou-me contigo a chorar.

E pude então aprender.

E posso agora ensinar.
[Error: Irreparable invalid markup ('<p<>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

<img alt="poema_para_uma_saudade.jpg" src="http://soimagens.blogs.sapo.pt/arquivo/poema_para_uma_saudade.jpg" width="389" height="357" border="0" /><p>
<h5 align="center">
Saudade, de novo e agora.<br>
Saudade, afinal, quem és tu?<br>
O que desejas de mim?<br>
Saudade, eu te conheço.<br>
Já te peguei em flagrante,<br>
quando ela bem distante, <br>
deixou-me contigo a chorar.<br>
E pude então aprender.<br>
E posso agora ensinar.<p<
<p>
A saudade é a dor da partida;<br>
o querer sofrido; o choro, o gemido<br>
de um desejo reprimido.<p>
<p>
Saudade tem nome e tem cheiro.<br>
Perfume e calor ardente.<br>
Guardados na nossa mente.<p>
<p>
Com saudade, não se vive. <br>
Quando muito, pela metade.<br>
Saudade é o calar sufocante.<br>
É o próprio desencanto.<br>
É a vontade de morrer.<br>
Envolto em boas lembranças.<br>
Saudade é a dor presumida.<br>
É ferida que não sara.<br>
Sem a presença devida.<p>
<p>
Saudade é solitária.<br>
Um nó seco na garganta.<br>
Saudade, não adianta.<br>
É como a seca do nordeste.<br>
A gente convive com ela,<br>
torcendo pra que a chuva,<br>
volte logo e nos alegre.<br>
Saudade é planta aguada,<br>
que nasce dentro da gente.<br>
Regada com choro e lágrima.<p>
<p>
Saudade é solidão.<p>
A solidão temperada.<br>
A solidão amargada.<br>
Saudade, ninguém esconde.<br>
Saudade é sempre saudade.<br>
Consola, e desagrada.<p>
<p>
Saudade demora muito;<br>
Demora pra ir embora.<br>
Um dia tem mais de ano.<br>
Saudade é dor infinda.<br>
A lembrança de um momento.<br>
A ausência do passado.<p>
<p<
Saudade, por fim, não discuto.<br>
Na sabedoria do povo.<br>
É como diz o matuto:<br>
saudade, minha gente, <br>
é vontade de ver de novo. <p>

<p>
</h5></font>
(Domingos Oliveira Medeiros)







Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2008
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2007
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2006
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2005
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2004
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D